Como funciona o Planejamento Tributário?

Como funciona o Planejamento Tributário?

Um dos fatores mais determinantes para o sucesso ou fracasso de uma empresa, é a maneira que ela lida com o Planejamento. Este planejamento pode ser atribuído a diversas áreas da organização, e aqui levantaremos destaque para a importância do Planejamento Tributário.

O planejamento tributário inclui o estudo minucioso da busca através de meios legais para diminuir a carga tributária paga pela empresa, devendo ser realizado de maneira criteriosa e levando em conta diversos fatores como: tipo de produto/serviço oferecido, benefícios e incentivos fiscais, alíquotas de cada tributo, etc., todo este planejamento deve objetivar a redução de custos e o aumento da lucratividade do negócio, sempre atento par não praticar a evasão ilícita de contribuição fiscal.

O fim do ano, quando está se finalizando o exercício,é considerado um período ideal para praticar o Planejamento Tributário, de modo que se possa ter um histórico anual para analisar as situações ocorridas e fazer comparativos com os diferentes regimes tributários e visualizar o resultado dos determinados enquadramentos. Dentro disso, é possível ainda projetar o futuro da empresa no ano seguinte, podendo prospectar cenários de crescimento no faturamento, investimentos em áreas da empresa, aberturas de outras unidades entre outros fatores.

Como dito, com essas informações é possível vislumbrar diferentes cenários para empresa nos três tipos de regime tributário:

Simples Nacional:

Regime tributário mais direcionado para micro e pequenas empresas, é um sistema de arrecadação simplificado que oferece vantagens como redução de valores a serem recolhidos. Ideal para empresas com alta margem de lucro e baixas despesas.

Lucro Presumido:

Regime de tributação onde o imposto de renda é calculado mediante uma alíquota presumida de lucro, vale destacar que empresas optantes por este regime tributário não podem aproveitar o crédito de Pis e Cofins, entretanto recolhem com alíquota menor do que aquelas que optam por Lucro Real.

Lucro Real:

Regime tributário onde o cálculo do imposto de renda e contribuição são feitos mediante o lucro líquido do período, englobando ajuste, exclusões e compensações mediante legislação fiscal. Indicado para empresas de grande porte que operam com baixa margem de lucro e altas despesas, por este motivo devem ter uma rígida escrituração contábil sempre em comprovação dos custos e despesas apresentados.

Por fim, é claro a importância de se antever ao Planejamento Tributário e buscar melhores caminhos para a operação da empresa, a eficiência neste sentido se dá pela valorização e apoio frente ao profissional contábil e contato efetivo do empresário, onde possam alinhar em conjuntos os mecanismos necessários para garantir o sucesso neste trabalho.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *